Gestão Empresarial (Parte 2): O foco principal são as pessoas

Gestão Empresarial (Parte 2): O foco principal são as pessoas

Complementando o artigo anterior – “Gestão Empresarial (Parte 1): Como não administrar uma pequena empresa” –, não podemos falar de gestão sem falar sobre as pessoas. No primeiro artigo, nós falamos bastante sobre como algumas pequenas atitudes, dos gestores de uma empresa, podem interferir negativamente no desempenho dos resultados. Neste artigo, vamos falar um pouco mais sobre o assunto: pessoas. As pessoas são o aspecto mais importante dentro de uma empresa. Sem elas não existe…

Ler Mais

Gestão de Vendas (Parte 1): O gestor de vendas

Gestão de Vendas (Parte 1): O gestor de vendas

A área de vendas é a principal responsável pela captação de clientes e, consequentemente, pela entrada de capital nas empresas. No mercado atual, com tamanha competição entre as marcas, vender se torna cada dia mais importante para as empresas de todos os portes, fazendo com que elas invistam cada vez mais na área de vendas. O maior problema é a generalização das tecnicas de venda, ou seja, achar que as mesmas tecnicas funcionarão para todos…

Ler Mais

Gestão Empresarial (Parte 1): Como não administrar uma pequena empresa

Gestão Empresarial (Parte 1): Como não administrar uma pequena empresa

No mercado atual, vemos muitas empresas que começaram com uma ótima ideia, fechando as portas poucos meses depois ou, pior, mantendo as portas abertas com o faturamento no vermelho. É claro que podem existir diversos fatores responsáveis pelo fracasso nos negócios, mas neste artigo vamos focar em um aspecto primordial: a Gestão Empresarial mal feita. Primeiro, precisamos falar um pouco sobre “O que é gestão empresarial?”: A Gestão Empresarial é o gerenciamento ou a administração…

Ler Mais

Cerâmica (Parte 3)

Cerâmica (Parte 3)

As argilas são formadas por ações físicas e químicas, que degradam e decompõem as rochas. Há uma grande variedade de tipos de argilas de acordo com o transporte e a sedimentação dos fragmentos das rochas: Caulinitas: mais puras e são para porcelana, refratários e cerâmica sanitária. Montmorilonitas: pouco usadas. Muito absorventes, são misturadas às caolinitas para corrigir a plasticidade. Micáceas: basicamente tijolos. Classificação segundo seu emprego As argilas são classificadas em fusíveis, infusíveis e refratárias….

Ler Mais

O uso dos cristais

O uso dos cristais

Dos lustres da Boêmia às jóias (parte 1) A palavra Cristal deriva de krystallos (que em grego significa gelo). Na antiguidade, acreditava-se que o cristal de rocha era um gelo eterno. Desde tempos remotos há notícias do uso dos cristais e das pedras preciosas pelos Atlantes, depois no Egito, na América do Sul e no Tibet. Eles são resultado de um processo geológico que pode levar milhares de anos. Tudo começa quando o magma das regiões profundas…

Ler Mais

Os critais de murano

Os critais de murano

Os cristais de Murano são originados e tratados de forma muito especial em vidro de sílica. Em Murano, um pequeno arquipélago na Itália com 7 ilhas, são elaboradas as belas artes que tanto valorizaram a região. Ao pensarmos em vidro de Murano, geralmente relacionamos os incríveis pingentes de vidro que quase só se vê em Veneza. Visitantes de Veneza gostam de voltar para casa com um pingente do belíssimo cristal, criado à mão de maneira…

Ler Mais

O segredo da educação dos filhos

O segredo da educação dos filhos

Por Erika Cerda Dunder, Psicóloga Amor aos filhos nunca é demais. E há várias formas de amar: não basta só dar carinho, mas externar o amor com palavras, corrigindo, educando, se interessando por suas coisas necessidades e apreensões. Ser permissivo demais não é amor, é insegurança. Atualmente vemos os pais permitindo coisas demais aos filhos, com receio de que eles possam se voltar contra eles, ou “perder os filhos para o mundo”. Se houver segurança…

Ler Mais

A cerimônia do casamento

A cerimônia do casamento

Por Erika Cerda Dunder, Psicóloga A cerimônia do casamento tem um rito interessante a ser visto numa perspectiva psicológica. (baseado numa cerimônia tradicional cristã) Entrada dos padrinhos O casal pode contar com a ajuda de familiares e amigos, porém, ajuda não significa dependência. A entrada dos pais, por exemplo, vem como um momento de separação, em que os filhos deixam seus pais para se entregarem a outra pessoa, formando uma nova família. Entrada do noivo…

Ler Mais

Cerâmica (Parte 2)

Cerâmica (Parte 2)

Aproveitando-se das propriedades do barro, o homem começa a produzir objetos destinados ao armazenamento de alimentos, como recipientes para cereais e de guardar água. Esses objetos de cerâmica inicialmente eram simples, evoluindo ao longo da história para artigos mais elaborados. A utilização do fogo para cozer o barro permitiu o aprimoramento das técnicas e a durabilidade dos objetos. Dessa forma, as peças de cerâmica ganham um papel fundamental na história das civilizações, revelando as tendências…

Ler Mais
1 2 3 4 6