Sem eufemismos, por favor!

Sem eufemismos, por favor!

Não é crise: é vergonha nacional. Não é ato violento: é criminoso. Não é desrespeito: é escárnio. Não é jeitinho brasileiro: é corrupção. Não é perda: é desmantelo. Não é imunidade parlamentar: é degradação moral. Não é acordo político: é cinismo declarado. Não é molecagem: é patifaria. Não é envolvimento: é implicação factual. Não é descrédito: é obstrução da justiça. Não é desordem: é ruína irreversível. Não é eleição: é contaminação nas urnas. Não é…

Ler Mais

O golpe de mestre de Lula, Dilma e o PT

O golpe de mestre de Lula, Dilma e o PT

Não estamos contentes com toda esta situação. Mas, pelo visto, os governantes atuais estão mais preocupados em manter seus cargos, a qualquer custo. Embora a grande maioria esteja lutando para que haja mudanças que nos tirem da profunda e desnorteada crise, elegeram quem não deviam. Tudo, no fim, estava cuidadosamente, planejado, não foi por acaso ou por conta das contingências. Está sendo provado que, independentemente da população, os canais que correm por baixo da terra…

Ler Mais

Quando a delação premiada é uma faca de dois gumes

Quando a delação premiada é uma faca de dois gumes

Não deveria haver delação premiada. Por quê? Quando se incrimina alguém para diminuir sua pena, significa que os dois incriminados são réus, um igual ao outro. Embora os delitos de um possam ser mais amenos que os de outro, isso não significa que ambos deixaram de cometer delitos, que quebraram as regras e as leis a que todos os cidadãos de uma nação estão sujeitos. É a velha ironia de o sujo falar do mal…

Ler Mais