Feridas

Feridas

 

Na lança, a palavra

Despedaça o ego dos tolos

Escorada na razão

Insensível ao coração.

Na espreita, aponta  feridas

Espiando a hora certa.

 

De repente, o golpe.

Certeiro. Sem piedade.

Na respiração pesada

Suspiros perdidos.

Nos olhos secos

Suas palavras se escondem.

 

Na ciranda dos sentimentos

Palavras descuidadas

E interesses obscuros.

Segredos do coração

Cicatrizam amizades,

Silenciam feridas

Com lâminas afiadas.

 

 

Autora: Marcela de Baumont

 

Ficha técnica de Marcela de Baumont:

Formada em 1976, pela UFRGS, na Faculdade de Comunicação Social, é bacharel em Jornalismo, Relações Públicas, Propaganda e Publicidade. Exerce a atividade de revisora desde a faculdade, na Editora e Gráfica da UFRGS, e também para escritores de livros e revistas em áreas diversas. Como revisora em Propaganda, tem trabalhado para importantes clientes:  Giovanni+DraftFCB, Wunderman, Grey, Publicis, Africa, MPM. Seu passatempo favorito é ler um bom livro e escrever suas poesias.