Tributo

Tributo

 

Não quero o pesadelo de uma despedida

Quando o mundo inteiro assiste inativo

A mais um fim sem recordações ou acenos.

 

Não quero a agonia de um disfarce

Entre os prantos perdidos de tanta tristeza

Na face das mães que perdem seus filhos nos braços.

 

Não desejo o mal daqueles que tentam roubar

Com falsas palavras a alegria dos inocentes

Que ainda tentam sobreviver ao futuro.

 

Não tento realizar grandes proezas espetaculares,

Nem quero ser apontada com trombetas na praça,

Tampouco mostrar uma realidade com desprezo.

 

Preciso provar que a vida está além da morte,

Que o amor é incondicional, eterno e grandioso,

Que as poucas horas do dia nos bastam

Para que possamos realizar o bem a todos

E continuarmos a viver com honra e caráter.

 

 

Autora: Marcela de Baumont

 

Ficha técnica de Marcela de Baumont:

Formada em 1976, pela UFRGS, na Faculdade de Comunicação Social, é bacharel em Jornalismo, Relações Públicas, Propaganda e Publicidade. Exerce a atividade de revisora desde a faculdade, na Editora e Gráfica da UFRGS, e também para escritores de livros e revistas em áreas diversas. Como revisora em Propaganda, tem trabalhado para importantes clientes:  Giovanni+DraftFCB, Wunderman, Grey, Publicis, Africa, MPM. Seu passatempo favorito é ler um bom livro e escrever suas poesias.