Fidura e Thiago Bandeira – “Trabalha, poeta”

Fidura e Thiago Bandeira – “Trabalha, poeta”

Fidura e Thiago Bandeira – “Trabalha, poeta” Imagine o que seria deste mundo Se todo vagabundo resolvesse trabalhar Não haveria vaga nem no cabo de enxada Para aquele que vive a madrugar Minhas dívidas eu pago com poesia Vendo as minhas roupas, mas não largo o violão E sempre ouvindo o que mamãe dizia Eu cantando respondia nos versos da canção Sou arquiteto, artesão, engenheiro e cientista Alquimista, professor, sou modelo, sou modista Sou profeta,…

Ler Mais

Fidura e Thiago Bandeira – “Princesa da Baviera”

Fidura e Thiago Bandeira – “Princesa da Baviera”

Fidura e Thiago Bandeira – “Princesa da Baviera” Menina das tranças, menina que lança olhares E me alcança em todos os lugares Inverno, outono, verão, primavera, zelo por teu sono Ó princesa da Baviera! Estou nas sandálias, no seu vestido branco sua beleza não falha e é por isso que eu canto Menina das tranças lhe devo uma dança, mas deixo a Bahia antes do sol raiar Entrego em tuas mãos meu amor em poesia…

Ler Mais