O velho trapiche

O velho trapiche

 

Ancorado na lagoa,

deita suas tábuas na água…

 

Um fim de tarde, o sol sumindo.

 

O trapiche vestido de rusticidade,

pensante do mesmo caminho

entre as ruínas do porto.

 

A chuva chega…

O vento varre as estacas

fincadas ao leito.

Os pescadores se foram.

Os peixes descansam.

 

Uma névoa toca a areia.

 

O velho trapiche range seus anos.

 

 

Autora: Marcela de Baumont

 

Ficha técnica de Marcela de Baumont:

Formada em 1976, pela UFRGS, na Faculdade de Comunicação Social, é bacharel em Jornalismo, Relações Públicas, Propaganda e Publicidade. Exerce a atividade de revisora desde a faculdade, na Editora e Gráfica da UFRGS, e também para escritores de livros e revistas em áreas diversas. Como revisora em Propaganda, tem trabalhado para importantes clientes:  Giovanni+DraftFCB, Wunderman, Grey, Publicis, Africa, MPM. Seu passatempo favorito é ler um bom livro e escrever suas poesias.