CARDAMOMO E SUAS ESPECIFICAÇÕES

Considerado uma das especiarias mais caras do mundo, o cardamomo é originário do continente asiático, principalmente da Índia.

Com sabor parecido ao do gengibre, o cardamomo pertence à mesma família.

Seu nome científico é Elletaria cardamomum. Ele tem um sabor perfumado e ardido e pode ser usado na culinária tanto em pratos doces quanto em pratos salgados.

Também pode-se aromatizar o pão feito em casa, colocar no molho da carne, pudins, doces, saladas de frutas, sorvetes e licores, por exemplo.

O cardamomo é uma vagem com sementes adocicadas que são utilizadas na cozinha e que também pode ser encontrado em pó.

As bagas são de coloração verde e, quanto mais vivo for, melhor é a sua qualidade. Se estiver de cor verde clara, isso denota que o cardamomo está envelhecido. Portanto, melhor não consumir.

O cardamomo possui principalmente carboidratos e fibras alimentares, mas também tem minerais, como sódio (Na), potássio (K), ferro (Fe), cálcio (Ca) e magnésio (Mg).  Também possui as vitaminas A, B e C.

Sendo já utilizado desde o Egito antigo, vem sendo aproveitado desde aquela época e ainda continua muito difundido na Índia, pois refresca o hálito, dando-lhe um sabor agradável. 

Algumas de suas funções e usos:

  1. Seus óleos ajudam a prevenir o excesso de gases e o inchaço do abdômen.
  2. O óleo de cardamomo é antibactericida, bom para a higiene da boca e previne dores de dentes.
  3. É uma especiaria utilizada como laxante e diurético.
  4. Também pode ser um excelente antidepressivo, ajudando no estresse e na manutenção do bom humor. 
  5. Possui cineol, um óleo que atua contra a Helicobacyer pilori, uma bactéria que causa úlceras estomacais.
  6. Também é usado para aliviar os sintomas de resfriados e dores de garganta e ajuda a prevenir infecções. Na medicina chinesa, é empregado para tratar sintomas como náuseas e vômitos.
  7. Na culinária, pode ser empregado em pratos salgados e doces. Vai depender na receita que será utilizada.