Artesanato em vidros: Do simples ao sofisticado

Artesanato em vidros: Do simples ao sofisticado

Geração estilo

Ao nos depararmos com tantos vidros jogados fora, que muitas vezes não são reaproveitados, vemos que a prática de customização em vidros tem sido uma boa maneira de não descartarmos o que ainda tem utilidade.

Garrafas de vinho ou azeite português se tornam abajures, potes de geleia porta-chupeta, vidros de conservas transformam-se em bonitos porta-sachês que podem ser presenteados com muito bom gosto.

 

Mesmo os vidros utilizados pela indústria farmacêutica podem se tornar vasinhos para enfeitar a estante ou a janela da cozinha. Tudo isso sendo aproveitado com criatividade e modelos que se valem de tecidos diversos, entre tantos. Até o guardanapo com motivo marinho serve para que a mesa do escritório tenha um ar descontraído e versátil.

Sem contar os jogos de copos que servem de base para uma infinidade de adereços, desde cascalhos coloridos de vidro, biscuits e feltro, até a pintura com tinta acrílica. Sempre utilizando materiais que enriqueçam a peça.

E lembre-se: se você pensa que sua jarra está sem graça ou saiu de moda, faça um teste. Acrescente adornos especiais que a deixem tão apreciada como no dia em que você a comprou.

Ficamos por aqui. Na outra semana, teremos mais comentários que o ajudem a valorizar suas ideias e a desenvolver o seu lado mais criativo.

 

Autora: Marcela de Baumont

Via: Baumont Artisanat