Apóloga n° 12

Apóloga n° 12

 

Capa apól 12Apóloga 12

Como poderíamos representar o final escatológico da falsa interpretação dos significados, conforme o sentido verdadeiro dos contextos originais que a boa exegese indica? Poderíamos falar disso, metaforicamente, por meio de uma história em quadrinhos do gênero policial do tipo paradidático e utilizá-la como ferramenta ilustrativa útil em uma aula de Hermenêutica ou de Homilética, por exemplo?

Este número contém também uma “pitada” de dicas técnicas no final do exemplar.

 

Saiba mais e faça o download  deste e-book aqui

 

ver-mais2

Autor: Íbis Roxane

Ficha técnica de Íbis Roxane:

Foi finalizador, layoutman e ilustrador entre 1972 e 1989, na MPM Propaganda (RS), de campanhas, incluindo manchas e desenho à mão livre. Após 1980, trabalhou com diversas empresas do mercado publicitário e editorial, sempre com foco em ilustrações e capas de livros, inclusive. Ainda foi editor de arte na Editora Vida Nova por alguns anos e teve estúdio de arte em Minas Gerais, de 1990 a 1992. De 1997 para cá, dedica-se à ilustração, pintura, arte sequencial e HQ.